25 de fevereiro de 2009

Castelo de Santa Maria da Feira

O Castelo de Santa Maria da Feira, ou simplesmente de Santa Maria, está intimamente ligado às origens da nacionalidade e é um notável exemplar da arquitectura militar portuguesa. Durante muitos anos, esta fortaleza teve um papel fundamental, como base avançada dos exércitos da reconquista cristã.



Por largos anos, a Terra de Santa Maria foi fronteira com os territórios conquistados pelos árabes. Só após a conquista de Coimbra, em 1067, Santa Maria deixou se ser uma zona de guerra; ainda assim, continuou a desempenhar um papel importantíssimo na reconquista cristã, ao funcionar como base militar dos cristãos, no seu avanço para Sul.

A actual traça do Castelo deve-se a D. Fernando Pereira, e a seu filho Rui Vaz Pereira (Condes da Feira) que obtiveram de D. Afonso V, a permissão para reconstruir o edifício (1448). O Castelo de Santa Maria conservou-se na posse destes fidalgos, até 1700, ano da morte do 8º Conde da Feira, que não deixou descendência directa.


Fotografia de Maurício Pinho
Em 1722 o palácio e a torre de menagem foram incendiados, tendo o conjunto ficado abandonado até 1905, quando surgiu, timidamente, a primeira associação que visava a reconstrução do Castelo. Seria só em 1909, com a criação da “Comissão de Vigilância pela Guarda e Conservação do Castelo da Feira”, que se iniciariam as obras de recuperação.



2 comentários:

  1. Isso deve ser delicioso de se visitar! Deve ter até fantasmas, para uma pessoa mais atenta. Não teria como deixar de perceber quanto vida habitou por ali, quantas noites de sono foram perdidas, na angústia por uma batalha que se aproximava, pela certeza de que amigos tombariam...

    Nossa, eu ficaria assombrado! Mas encantado rsrs

    Beijos Luísa!

    ResponderEliminar
  2. Luisa, eu amo historia! Como é lindo este castelo.... nossa... adoraria passar minha vida viajando e conhecendo um pouco mais da vida!

    Lindas imagens!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...