Mostrar mensagens com a etiqueta Ciências. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Ciências. Mostrar todas as mensagens

11 de fevereiro de 2011

Pamukkale - Turquia

6 comentários
O Rio Pamukkale

Pamukkale, na Turquia Ocidental, é um incrível rio de água quente que deixa um rasto de rocha branca por onde passa.

O rio começa como uma fonte que surge de uma colina. Minerais subterrâneos, como o carbonato de cálcio, o principal ingrediente do giz e do calcário, vêm dissolvidos na água. Ao longo do curso do rio este mineral é depositado sob a forma de uma rocha branca parecida com o mármore, chamada travertino.

A este modo de formação da rocha chama-se mineralização. Em geral, é um processo que demora milhares de anos, mas em Pamukkale é tão rápido que pode ser observado. Uma bengala ou um chapéu de palha, postos no curso do rio, ficam rapidamente brancos por causa do travertino; em poucos dias ficam cobertos de rocha e assemelham-se a fósseis.

5 de janeiro de 2011

Física aplicada em Patinagem Artística

0 comentários
Dançar deixa-me leve e livre, como se um rodopio me elevasse no ar e transportasse até às nuvens. Eu gosto muito de dançar. Não no rebuliço de uma discoteca, mas à minha maneira, com a minha própria música.

A patinagem artística é uma das disciplinas que não dispenso nos Jogos Olímpicos e Campeonato Mundial. A execução dos passos nesta modalidade sempre me fascinou, particularmente pela rapidez e velocidades adquiridas. Você sabia que os movimentos constantes que os patinadores fazem com os braços, não estão relacionados com a coreografia, mas com a necessidade de aumentar ou diminuir a rotação e a velocidade?

Matemática, Geometria e o Mundo Natural

0 comentários
Uma das primeiras características geométricas com que deparamos quando procuramos detectá-las na Natureza é, porventura, a simetria. Encontramo-la com facilidade, nomeadamente no seio do mundo animal. Quando, por exemplo, olhamos de frente para uma coruja, fitando-a nos olhos, estamos perante um exemplo de simetria bilateral relativamente a um eixo vertical imaginário que, passando pelo bico da ave, divide a sua cabeça em duas metades simétricas; o mesmo sucede quando olhamos de cima para o corpo de um insecto e verificamos que a sua metade esquerda é como que uma imagem espelhada da metade direita.

Há no entanto excepções, como é o caso de uma espécie de caranguejos terrestres, os caranguejos-violinistas, cujos machos apresentam como adaptação uma das tenazes desmesuradamente maior que a outra. Mas existem também diferentes formas de simetria, como sejam a radial, presente nos frutos de dentes-de-leão, ou a pentagonal, bastante comum entre as plantas, embora relativamente rara entre os animais, ressalvando-se, naturalmente, exemplos como a conhecida estrela-do-mar.

Como funciona o cérebro

0 comentários
Hemisférios do cérebro: esquerdo e direito

O cérebro é dividido em duas partes ou hemisférios. Eles são quase idênticos, cada um controla e reage às mensagens emitidas pelo lado oposto do corpo. Assim, quando acenamos com a mão direita, é o hemisfério esquerdo que controla este movimento, e vice-versa.

Cada um dos hemisférios é capaz de fazer quase tudo o que o outro pode fazer; mas cada um deles também tem aptidões ou habilidades muito específicas – quando nos encontramos perante determinada tarefa, o hemisfério do cérebro que é mais habilidoso para essa tarefa específica, assume o controle automaticamente.

Sismos

0 comentários
Terramotos ou Sismos?

Na Antiguidade, os terramotos eram considerados castigos dos deuses; ainda hoje, muita gente os vê como caprichos da natureza. No entanto, os terramotos constituem um fenómeno absolutamente natural e frequente. Enquanto lês este texto, provavelmente estão a ocorrer dezenas de sismos em diferentes lugares do planeta: em média, dão-se 150 por hora, 3.600 por dia e 1.300.000 por ano.

Poeira das Estrelas

0 comentários
Nebulosa do Caranguejo – Remanescente da Supernova registada por astrónomos chineses em 1054 d.c. A Taxa de expansão é de 1500 Km por segundo. Em seu centro existe um pulsar (estrela de Neutrões) girando trinta vezes por segundo. Foto Hubble/NASA.

As Ursas que Zeus pôs nos Céus

0 comentários
Ursa Maior

Não há constelação mais conhecida e de mais fácil localização que a Ursa Maior. E também não há constelação mais útil à orientação nos céus da Primavera.

12 de fevereiro de 2009

Charles Darwin

1 comentários
Charles Darwin nasceu no dia 12 de Fevereiro de 1809. A Fundação Gulbenkian comemora os 200 anos, e os 150 da edição do livro "A Origem das Espécies". Até 24 de Maio, as pessoas poderão participar nesta iniciativa que se realiza no Museu Gulbenkian.

"A Evolução de Darwin" explica não só a teoria de Darwin mas também as suas implicações na medicina e na biologia, e noutras ciências contemporâneas. A exposição inclui elementos de "Darwin", uma mostra organizada pelo American Museum of Natural History.

Paralelamente também estão previstas outras actividades como colóquios, programas educativos e a promoção da discussão no blog da exposição, a-evolucao-de-darwin.weblog.com.pt

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...